O que é ser antirracista?

0

Thayná | Novembro 26, 2021

Escrito por: Erick e Jenifer - membros do CORE (Comitê do Respeito, Diversidade e Inclusão da Daitan)

Antes de entendermos o que é ser antirracista, precisamos entender que racialização é um processo de segregação de seres humanos em que um grupo racial se autodenomina superior a outro. Desta forma, cria-se uma justificativa para a exploração do grupo considerado inferior. Essa é uma realidade com a qual convivemos há séculos e só vai mudar por ação dos grupos privilegiados.

Aliás, esse é o primeiro passo para quem quer trilhar o caminho do antirracismo: reconhecer privilégios e entender que eles só existem porque outras pessoas foram privadas de direitos. Infelizmente, os impactos causados até hoje não podem ser desfeitos, mas é possível iniciar um processo de desconstrução do racismo e de reparação a pessoas que ainda sofrem com ele.

Ser antirracista é tomar atitudes práticas para que injustiças raciais não sejam perpetuadas depois de nós.

E podemos colocar isso em prática por meio de ações muito simples! Por exemplo, podemos começar olhando ao nosso redor e perceber se pessoas negras acessam os ambientes que frequentamos, isso nos fará questionar os próprios espaços à nossa volta quando só vemos pessoas brancas ali. A partir disso, podemos indicar pessoas negras para vagas nas empresas em que trabalhamos, consumir produtos e serviços de pessoas negras, ler autores(as) negros(as), apoiar causas de entidades e pessoas que atuam na luta antirracista.

Não podemos esquecer que racismo e injúria racial são crimes, portanto, denuncie estas situações. É importante realizar a denúncia independente de você ser a vítima ou apenas a testemunha. Esse é, com certeza, o passo mais importante para ser antirracista, não devemos nos calar diante de situações de discriminação racial.

Sendo assim, entender os privilégios e as diferenças sociais é fundamental para a construção de uma consciência e de fato começar a lutar por pequenas mudanças contra o racismo estrutural. Começar a consumir e apoiar o mercado que envolve pessoas negras é fomentar mudanças e abrir caminhos para a diversidade, gerando mais oportunidades e mais espaços para que esses problemas estruturais mudem. 


Referências

Pequeno manual antirracista - Djamila Ribeiro
5 práticas antirracistas para implementar no dia a dia - https://ibdfam.org.br/noticias/8288/

One Step Closer

Fill Out Later